Para visualizar em tela cheia, tecle F11

 

 

 

 

 

 

 

 

Um homem caminhava lenta e calmamente por um 

campo quando sua atenção foi despertada por uma 

ovelha que ali estava.

 

" Que fazes por aqui tão sozinha? " , perguntou ele.

 

- " Por que te diriges a mim, senhor caminhante ? "

" Não vês que sou diferente, que sou uma ovelha 

negra? " ,  perguntou ela.

 

- Estou vendo, sim. Isso deveria impedir-me de 

falar-te?

 

- Claro que sim! 

É por ser uma ovelha negra que escolhi caminhar 

a sós por aqui.

 

- Tens tido problemas com isso?

 

- Problemas, não, mas tenho sofrido algumas

rejeições, sim.

 

- Não quer contar-me? 

 

- Sabe, senhor caminhante? 

Faço parte de um rebanho que à noite fica 

num espaço cercado. 

Eu não aceito ficar ali! 

Ultrapasso as cercas e saio para conversar 

com as estrelas. Elas me ensinam tanto!

Durante o dia sempre busco uma graminha 

mais difícil de se encontrar. 

Os outros não fazem isso: comem sempre 

da mesma grama. 

 

O pastor, no seu cavalo, me persegue, mas só retorno 

depois de comer uma graminha de tipo diferente. 

 

O cão que reúne o bando chega a ficar com a língua 

de fora, mas jamais me alcança.

Na minha volta sempre quer me morder por isso. 

 

O bando, o pastor e seu cavalo, o cão e até meus pais 

andam às avessas comigo!

 

- Seus pais também? 

 

- Sim . Minha mãe se entristece com as rejeições que

encontro e diz que gostaria que eu fosse igual a todos 

do bando, e meu pai diz que chega a acreditar que 

nem filha deles eu sou!

Será mesmo, senhor caminhante? 

Eles são tão branquinhos! E eu sou uma ovelha negra!

 

 

- Ora, minha amiga de caminhadas, nada vejo de 

errado contigo: conheço bem esse tipo de 

perseguições . 

Também eu , em outros tempos , fui visto como tu és 

vista, pelo simples fato de sustentar a minha Verdade. 

 

Não somos aprovados quando ousamos ser diferentes 

e uma grande maioria deste Planeta prefere ignorar 

que Deus não se repete , que não faz ninguém igual a 

ninguém.

Essa maioria prefere fingir que é igual a todos,

para fugir da rejeição e por medo de largar a 

dependência que tem da aprovação dos outros.

Hoje já não sofro esses ataques. 

Acredite: até aplaudido eu sou!

 

- É mesmo? 

Qual é o seu nome, senhor caminhante? 

Será que já o ouvi?

 

- Tenho certeza que sim , corajosa criatura .

Conhecem-me pelos nomes de

Cordeiro de Deus ou Jesus de Nazaré.

 

 

 

Há quem ousa ser diferente.

Você ousa?

 

 

Todos os Direitos Reservados

 

 

Respeite os

Direitos Autorais

Amor & Sonhos

 

 

Atualizada em 22/07/2010