Para visualizar em tela cheia, tecle F11

 

 

 

 

 

 

 

 

Rogam aos céus a bênção duma fonte,
Árvores que nos dão tanta frescura…
Embelezam jardins…até ao monte,
E tornam a atmosfera bela e pura!

 

Traçam seu perfil num horizonte…
Fazem da Terra, a mais linda moldura!
Por mais que mão tirana desaponte…
Cuidemos do arvoredo com ternura!

 

Que pena ver uma árvore queimada,
Por uma mão cruel ser mal tratada…
Num acto traidor, sem compaixão!

 

Tal como a árvore sem ter gota de água
Ando a carpir também, a minha mágoa
Há lágrimas de dor no coração!

 

 

 

Fuzeta - Portugal

  Todos os Direitos Reservados

 

 

 

Respeite os

Direitos Autorais

Amor & Sonhos

 

 

 

10/10/2004

Atualizada em 23/07/2010