Para visualizar em tela cheia, tecle F11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A imagem de um nascer do sol
Refletido no mar, me faz pensar
Sobre o infinito do tempo,
E o infinito do espaço. . .

 

Existe algo a ser feito
Antes que o dia decline?
Talvez um pedido de desculpa,
Talvez quem sabe um abraço. . .

 

Antes que chegue
O inverno da vida,
Antes que a alegria
Ceda lugar ao desalento
Dos dias outonais.

 

Um dia nasce,
Um novo tempo se inicia!
Por que não vivê-los atentos
Como se fossem realmente
O último de nossos dias?

 

Quantos de nós
Amanhã veremos, novamente,
O nascer do sol?

 

A vida não é feita
De uma estrada reta,
Ou de simples ruelas;

 

Há curvas pelos caminhos.
Há flores que contêm espinhos,
E neste imenso jardim
Talvez sejamos uma delas.

 

Às vezes me ponho a cismar,
Se ao meu irmão eu soube, enfim,
Oferecer o melhor de mim.

 

Por vezes há
Uma necessidade imperiosa
De completar certa obra,
Antes que seja
Tarde demais.

 

Todos os Direitos Reservados

 

 

 

Atualizada em 23/07/2010