Por estar descrente

da sinceridade e do carinho,

da simplicidade e do respeito mútuo,

decidi não mais amar

ninguém!

 

Ledo engano!

 

Como explicar tantas surpresas?!

Será o destino

a nos pregar peças?

Ou será o Amor

que de mansinho

se apossa de nossas almas?

 

Afinal,

eu havia jurado

não mais permitir

que este sentimento

de mim se aproximasse.

Poderia até gostar de alguém

mas

com uma condição:

jamais Amar!

 

As palavras

'Proibida a entrada do Amor!'

que eu havia escrito na minha 'porta',

de nada serviram,

pois você

carinhosamente

as tirou,

tentando convencer-me

de que não podemos lutar

contra nós mesmos!

 

E agora,

que voltei a acreditar no amor sincero

quero viver nossos momentos

intensamente

como jamais vivi

e preservar tudo o que construímos

com tanto amor!

 

Autora : Angela Stefanelli de Moraes

Todos os Direitos Reservados

 

Querida Arlete Conforti,

minha Mestra e Amiga

 

Obrigada pelo carinho de formatar este top incluindo uma de minhas Poesias.

Esta linda homenagem eu quero guardar não apenas neste espaço mas, principalmente, no coração!

 

Angela Stefanelli de Moraes